Famintoo

Blog

A febre das hamburguerias

A febre das hamburguerias

Por Deoclides Araújo em 07/11/2017
A febre das hamburguerias

Presentes nas principais capitais do Brasil, as hamburguerias gourmet unem alta gastronomia e uma paixão do brasileiro: a combinação simples de pão, carne, queijo, tomate e alface.

Em grande expansão, o segmento acumulou uma alta de 575% na última década em São Paulo, segundo o Instituto de Gastronomia. Depois da febre do temaki, do frozen iogurte, da paleta, do cupcake e do brigadeiro gourmet, os hambúrgueres caíram no gosto dos consumidores, nunca se deu tanta atenção a esta iguaria clássica. Com um toque artesanal e ingredientes mais rebuscados, tornou-se um mercado de altíssimo potencial e uma verdadeira nova tendência no mercado gastronômico do país.

O que mudou?

Hamburguer gourmet Atualmente o hambúrguer ganhou aspecto mais gourmet, com a inclusão de ingredientes requintados, onde muitos empreendedores estão apostando na segmentação para oferecer um produto diferenciado, com maior valor agregado e cortes de raças de bovinos que produzem carne com qualidade superior.

Há um grande diferencial do “gourmet”, com relação ao lanche tradicional, a criação é bem-feita: hambúrgueres selecionados, maior cuidado na escolha e preparo dos pães e de seus acompanhamentos – saladas, picles, molho e queijos. As batatas foram trocadas por versões semi-prontas e industrializadas, agora buscam uma identidade caseira e acompanhadas de molhos diferentes.

Essa mudança é o retrato da própria visão do empreendedor de se adaptar ao mercado e sobreviver em meio à concorrência. Temos a questão de saúde do consumidor, as pessoas justificam comer porque a carne é menos gordurosa e processada. Além disso, tem a questão das pessoas estarem se alimentando mais fora de casa.

Hambúrguer de rua

Com crescimento médio anual de 9% nos últimos anos, as refeições nas ruas tem ganhado espaço, de acordo com estudo publicado no Mundo do Marketing Inteligência. As empresas que se localizam em pontos de grande circulação de pessoas, mantém sua lucratividade. Se ela mantém um diferencial em sua hamburgueria, o sucesso é certo.

Food truck Para crescer e atrair os consumidores, é necessário além do cardápio, envolver a localização da loja. "Os food trucks de hambúrguer, por exemplo, estão fazendo sucesso porque são uma novidade e todo mundo quer experimentar. A maioria dos pontos está em shoppings ou grandes espaços ao ar livre, onde há intenso fluxo de pessoas. No Rio de Janeiro, há um número considerável de abertura dessas lojas, o que torna difícil você ser exclusivo em uma região. No Nordeste, ainda são poucos os estabelecimentos, o que aumenta as oportunidades de sucesso.

Oferecer sanduíches em um local que é tradicionalmente conhecido pela mídia foi a saída encontrada pelo Brother´s Burguer ao abrir sua primeira unidade no Shopping da Gávea, zona sul do Rio de Janeiro, é frequentado por artistas e celebridades e constantemente atraído pela imprensa. Os clientes possuem alta influência em suas redes sociais. Uma postagem compartilhada por eles gera mais interesse em outros consumidores.

Entrar no ramo de hamburguerias oferecendo uma opção diferente da carne vermelha trouxe não apenas visibilidade e lucro, como também saudabilidade. "Desenvolvemos seis sabores diferentes sem conter proteína animal e isso atrai pessoas que nem mesmo são vegetarianas. Algumas querem apenas uma refeição mais saudável, algo que não dê culpa ao comer fora de casa", conta Marco Leite, CEO do Hareburger, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Para atender as exigências dos consumidores, há de se pensar na questão de sabor, saudabilidade, variedade, ponto de venda e apresentação. Para manter o cliente será peciso investir em carnes nobres e mudar os pratos, o hambúrguer já tem tradição. O diferencial é que sustentará seu negócio.



Fontes:
Mundo do marketing.com.br.
Viveiros.com.

Sobre o autor

Deoclides Araújo

Sou diretor de Marketing do Famintoo. Possuo especialização nas áreas de Gestão de Qualidade e Produtividade, Recursos Humanos e outras. Gosto de manter contato com as pessoas, seja pessoalmente ou pela internet.

Deixe um comentário