Faminto (escolher cidade)

Blog

Conquiste mais clientes adaptando seu cardápio para intolerantes à lactose

Conquiste mais clientes adaptando seu cardápio para intolerantes à lactose


Conquiste mais clientes adaptando seu cardápio para intolerantes à lactose

Se você busca aumentar o número dos seus clientes fiéis e ter o nome de seu restaurante divulgado por um novo público, esse texto é pra você. Afinal, é cada vez mais comum nos depararmos com clientes com intolerância a lactose (de uma forma simplificada, pessoas que não podem ingerir leite). Segundo divulgado por meio do artigo publicado na revista de Gastrenterologia Endoscopia Digestiva, cerca de 10% da população tem complicações sérias relacionadas ao consumo do leite.

Então, porque adaptar meu cardápio para atender um público tão pequeno?

Digamos que sua cidade tem 100 mil pessoas, 10 mil seriam potenciais clientes para seu restaurante. E pela falta de restaurantes focados em produtos sem lactose, vale a pena investir nesse público.

E há mais uma vantagem: Intolerantes à lactose tem a maior parte de seus amigos sem essa restrição, e quando eles saem juntos, os amigos saudáveis querem que seu amigo se sinta bem, mas não querem abrir mão do que comem normalmente. Então o grupo tenta escolher um restaurante que ofereça um menu sem lactose ou que adapte seus pratos. E como são poucos os restaurantes que fazem essa adaptação, os que se adequam acabam ganhando clientes fiéis, pois todo o grupo se sente satisfeito para aproveitar a refeição.

Mas como fazer essa adaptação?

Você não vai precisar fazer um cardápio exclusivo para intolerantes a lactose, nem alterar as receitas do seu restaurante. Provavelmente, você já produz pratos sem lactose, só não sabe identificar quais, esse artigo vai te ajudar a identificar e comercializar esses pratos. Há duas dicas simples para começar essa adaptação, demandam um certo trabalho, mas nada muito custoso.

1. Informe seus garçons sobre seus produtos com leite

É de conhecimento geral que a experiência que o cliente tem no restaurante é tão importante quanto a qualidade da comida. Assim, a confusão do garçom, por exemplo, ao não saber o que fazer quando se depara com perguntas como: “a massa leva leite?” deixa os clientes insatisfeitos e desconfortáveis, para exemplificar, imagine a seguinte situação:

Garçom dúvida Lactose

Vários amigos vão a uma hamburgueria maravilhosa, quando chega a vez de Igor (que é intolerante à lactose) pedir, ele pergunta se o molho do sanduíche especial tem leite, o garçom, confuso responde:

-Não sei, creio que não, espera! Vou conferir pro senhor.

Na tentativa de não demorar muito para dar a resposta pro cliente, ele pergunta a balconista do caixa, ela acha que sim, um outro garçom entra na conversa e diz que não. Agora, Igor olha 3 pessoas discutindo sobre a receita do molho da casa, ele sente que está causando uma confusão, e fica constrangido, ele não vai mais querer voltar àquele restaurante.

Portanto, essa adaptação exigirá um certo estudo dos ingredientes da comida, para saber se eles contêm leite ou não. É um pouco trabalhoso, mas simples! Olhe o rótulo de cada produto usado no preparo de seus pratos, leia a lista de ingredientes e veja quais têm leite. Se estiver escrito “Pode conter leite”, isso quer dizer que o alimento pode ter sido produzido num aparelho que processa alimentos com leite, mas a concentração de leite é tão pequena que não influencia os intolerantes à lactose.

Um detalhe importante: há pessoas que tem alergia à lactose, são pouquíssimos casos, mas essas pessoas não podem comer os alimentos com o “pode conter leite” no rótulo.

2. Pratos sem leite

É uma boa ideia desenvolver novos produtos sem leite, mas também há a alternativa de adaptar pratos já existentes. Às vezes a mudança necessária é menor do que você imagina. Vou focar no exemplo do molho, mas a mesma lógica pode ser aplicada a massas, vitaminas, sorvetes e etc.

Voltemos à história de Igor:

Pois bem, o garçom decide ir a cozinha pra tirar a dúvida. O molho tem leite, ele volta pra mesa para informar Igor, que pergunta com um fio de esperança se tem como eles fazerem sem leite. O garçom para pra pensar, mas sua expressão já diz que ele não sabe o que fazer. O desconforto já é sentido por pelo menos mais três amigos de Igor. Mas Igor já vivenciou isso nas semanas anteriores em outros restaurantes, inclusive, esse foi um dos motivos para que Igor não voltasse neles.

Ele sabe que maionese industrializada não tem leite, então pede pro garçom trocar o molho por uma maionese comum. O garçom finalmente respira aliviado, pois isso ele sabe como fazer.

Tenha alternativas de molhos sem leite, maioneses caseiras especiais podem entregar um sabor fenomenal, sem prejudicar o cliente. Se você não tem o tempo para preparar, há maioneses temperadas, e molhos sem leite disponíveis no mercado. Quase nunca esses produtos vêm com uma inscrição “sem lactose” na frente da embalagem, até porque os consumidores em geral acham que produtos sem lactose são ruins ou sem graça. Então tire um tempo para olhar os ingredientes do produto, você vai se surpreender com a quantidade de bons molhos que não tem leite.

E em último caso, recorra a maionese industrializada comum, elas quase nunca têm leite, só não deixe seu cliente sem opção!

Crie opções!

Esse é realmente um mercado a ser muito explorado, há pouquíssimos restaurantes dedicados exclusivamente a esse público, eles acabam tendo que recorrer à restaurantes veganos (que não contém nenhum tipo de ingrediente de origem animal), muito conhecidos por comidas leves e sem gordura, ou restaurantes que tentam reunir em um só lugar comidas sem glúten, sem açúcar, sem lactose e sem produtos de origem animal.

Garcom hamburguer sem lactose

Isso limita muito as opções do intolerante à lactose, já que ele não tem problema com carne e gordura, e nem sempre querem comer uma comida tão “saudável”. Na verdade, muitas vezes eles só querem um bom e gigantesco hambúrguer com acompanhamento de batata, e um refrigerante pra completar.

Você NÃO precisa necessariamente colocar uma bandeira “sem lactose” na fachada do seu restaurante. O conselho que deixo é criar opções, se o intolerante à lactose tiver opção e uma boa experiência, com certeza ele voltará, e divulgará seu restaurante com prazer.

Sobre o autor

Thalita Fernandes

Estudo Engenharia Eletrônica na UTFPR-CP

Ver Facebook

Foto Thalita Fernandes


O que achou? Deixe seu comentário...

Tem um restaurante?

Restaurantes

Conquiste espaço na internet; Tenha um cardápio online; Melhore o processo de vendas; Receba pedidos pela internet;

Ver planos »

Está com fome?

Usuários

Veja os restaurantes da sua cidade. Tem mais de 20 mil restaurantes cadastrados em 200 cidades.

Ver restaurantes »

Seja encontrado

Encontrabilidade

Agrege valor com um website. Conquiste clientes com um cardápio online. Apareça no Google.

Quero um site »